Melhores Postagens

Archive for Fevereiro 2013

Dharmax - O reino dos Anões 2.0

By : Andre Rock

                      
                                   Dharmax - O reino dos Anões 2.0 

Em um lugar na maior cordilheira de Aston fica muito bem escondida a entrada para um reino secreto . Um reino que apesar de ficar dentro das montanhas, no subterrâneo, consegue ter gigantescas arquiteturas e construções incríveis. Um lugar bem cuidado e respeitado por seu povo. Talvez seja esse o segredo para ser um dos reinos mais antigos de Aston. Manter seus portões fechados aos visitantes e suas tradições vivas até hoje. A arquitetura antiga chega ate a lembrar alguns detalhes da élfica, mas são bem fortes e compactas, preparadas para uma invasão ou ate um desmoronamento. O caminho do portão da montanha até o reino é guardado por grandes desafios e perigos. È praticamente impossível passar pelos desafios sem um guia.

O Caminho para Dharmax: 
O primeiro de desafio depois que se acha a montanha com a entrada para o reino e continuar pelo caminho certo. A centena de cavernas com monstros e armadilhas que levam para os mais diferentes caminhos, criando um gigantesco labirinto natural. Quando conseguir passar pelas cavernas e achar o caminho certo terá que enfrentar outro desafio. Um caminho quente, cercado por lava e inimigos de fogo. E no final desta caverna terá um enigma escrito no idioma dos anões. Somente com a resposta certa a porta ira se abrir. 

Dragotauro: O ultimo guardião. 
Da fúria dos deuses nasceu uma criatura odiada por todos, que não tinha seu lugar no mundo, de forma e poderes amedrontadores. Mas depois e tanto vagar por Aston encontrou a ajuda de Havock, que entendeu suas dores e angustia perdoados seus atos falhos e trazendo ele para o reino. Em agradecimento ao seu único amigo, ofereceu se para guardar a entrada da cidade e cuidar de seu “lar”. Às vezes é possível ver os dois conversando nos portões da cidade. 

Clima e terreno: O clima apesar de no subterrâneo, clima e bem fresco devido à ventilação de ar vinda do alto das montanhas geladas. Mais para os pontos mais perto dos vulcões o calor é infernal. O terreno e rochoso e com poucas plantas (algumas raras espécies que sobrevivem longe da luz solar). 

População: Uma população formada por anões logicamente, mais ainda a outras raças no reino. Animais de carga, humanos e outras que acharam o caminho para o reino e conquistarão seu lugar no meio dos anões.

Regente: O líder dos anões é Havock, severo em suas leis, portador de um machado poder capaz de abrir uma rocha facilmente ao meio. Fará de tudo ara proteger seu reino para que a paz e cerveja sejam sempre abundantes em suas terras. No poder a algumas centenas de anos, Havock não gosta muito do poucos visitantes que chegam ate o reino. Mas a um boato surgiu contando que durante uma batalha na superfície que deixou o dia mais sombrio que a noite Havock com seus melhores guerreiros subiram para participar sem motivo aparente. Havock perdeu quase todos seus guerreiros neste dia, mais conseguiu voltar, trazendo um bebe recém nascido nos braços. Mais ele cuidou pouco tempo da criança que logo foi levada do reino.

Locais em destaque:
Capital: Na capital do reino fica localizado atrás de grandiosas muralhas, com textos antigos escrito nelas, cobrindo toda sua extensão e o castelo de Havock. O centro comercial é feito basicamente de muitas tavernas com vários tipos cervejas e lojas de armas. Orgulhosos por provavelmente serem os donos da melhor cerveja de Aston, consomem em abundancia. As armas vendidas no centro são verdadeiras obras de arte, material de qualidade, precisão nos detalhes e eficiência garantida. 

A capital foi construída como se fosse um forte de guerra. Apesar de ser um reino bonito visualmente, ali tudo foi feito pensando na proteção de seus moradores. As casas pequenas e quadradas, com grandes pedras em sua estrutura, para agüentar um desmoronamento. Os muros que cercam a cidade são muitos altos e firmes, preparado para um ataque de Orcs ou proteger a cidade em dias que o rio enche, não deixando inundar a cidade. 

As ruas da cidade são pequenas e muito bem iluminadas. As pontes que atravessam os grandes abismos são firmes e com as proteções necessárias. Não existem trilhos cruzando a cidade, evitando maiores transtornos.

Guardas estão sempre vigiando os limites das cidades e evitando qualquer invasão de Orcs ou algum outro invasor.

A Taverna mais famosa do reino é a Taverna do Anão Ninja. Um anão que passou muito tempo fora do reino e voltou dizendo que passou por grandes aventuras e contando seus incríveis feitos como ninja. Mais que como a idade chegou abandonou esse caminho e resolveu voltar a para sua terra e abrir uma taverna e auxiliar qualquer outro anão que queira deixar o reino com seus sábios conselhos e conhecimento sobre as terras da superfície. Muitos não acreditam nele, mais ele ainda tenta servir seus clientes com seus “jutsus” e ensinar sua arte de luta para os bêbados mais afortunados.

As Minas de Exploração:
As minas de exploração dos anões estão sempre funcionando e com muitos trabalhando nelas dia e noite. Seus túneis são gigantescos, sendo muito fácil se perder para os que não estão acostumados aos seus longos túneis sombrios e poucos iluminados. Aqui é de onde vêm 90% do sustento do reino (outros 10% da exportação de cerveja), sendo um lugar em constante crescimento, exploração e investimento.

O Grande rio: Um grande rio atravessa o reino, um rio de águas cristalinas, e pureza incrível. Um rio calmo e silencioso, mas de uma imensa profundidade com varias cavernas e ligações que até mesmo os anões desconhecem. Muitos segredos ainda se escondem por trás dessas águas. Os anões dependem deste rio para sobreviver, então este sempre vigiado e cuidado para que não seja poluído, ou aconteça algo que impeça seu curso. Um detalhe interessante sobre o rio, é que ele esconde as jóias mais preciosas do reino, mais é proibida a exploração nele. 


A entrada do inferno:
Uma mina de exploração abandonada foi tão explorada que em seus milhares de metros e caminho foi para peto de um vulcão. Debaixo desse vulcão foi descoberta uma nova jóia vermelha e rara. Só que também foi encontrada uma criatura adormecida e cruel. E essa criatura vem dando muito trabalho ao reino pelo fato dela gostar do gosto da carne dos anões.

A fazenda subterrânea:
È necessário algum método de transporte para carregar as jóias e outras coisas fora dos trilhos para os anões. Algum meio de transporte. E é por isso que existem algumas raras fazendas em baixo da terra que cuida de alguns animais destinados a estes fins. 

O ferreiro: 
Blain é o melhor ferreiro do reino. Ele trabalha diretamente na lava do vulcão sendo capaz de concertar qualquer arma e armadura. Sua habilidade de forjar armas mágicas ou não com qualidade única é durabilidade inacreditável. As jóias que usa para forjar dão um toque especial a suas armas. O problema é que Blain é um anão temperamental e não faz uma arma para qualquer um. Apenas para aqueles que merecem ao seu ponto de vista. 

O abismo das almas: 
Uma grande fenda no chão sempre chamou a atenção dos anões, Alguns tentaram descer até o fundo dela, mais ninguém conseguiu. Alguns relatam ater se sentir mal só de chegar perto, como se sua energia fosse sugada. Outros dizem que escutam gritos horripilantes de seu interior. Como ela fica um pouco afastada do reino, ela esta sendo esquecida aos poucos. Mais a um anão no reino que diz ter chegado ao fundo do abismo e que encontrou algumas jóias negras no fundo. Só que não teve tempo de trazer, pois um súbito cansaço e falta de energia tinha tomado conta do seu corpo. Ele conta que as jóias desse abismo são malditas, que sugam a energia mágica dos seres vivos pertos. Que essas pedras poderiam acabar com exercito e guerras facilmente se manipuladas corretamente. 

As outras cidades: 
Com a constante guerra entre anões e Orcs a maioria dos anões de Dharmax vive atrás dos muros da capital. Mais alguns ainda preferem viver em pequenos vilarejos fora dos grandes muros. Alguns desses vilarejos sempre são alvos de ataque de Orcs, mais vem resistindo bem aos ataques com “grandes” anões para proteger suas terras. São vilarejos realmente pequenos, com pouco comercio e tranqüilos geralmente. Nem se comparam ao movimento, bagunça e barulho da capital. Deve ser por isso que eles existem, nem todo anão gosta de bagunça, será? 

Guildas e Organizações: 
A ferro e fogo:
Esse é o grupo dos ferreiros do reino. Organizados e cientes da qualidade de seus produtos, estão aumentando a quantidade para exportarem mais e aramarem seu reino contra uma invasão de Orcs. O líder do grupo é Lorenci. O segundo melhor ferreiro do reino. Até hoje não se conforma com o fato do Blain não querer participar.

Exportadores de Cerveja:
Não é novidade que as tavernas com taverneiros anões tem a melhor cerveja, mais não tem o material necessário. E é por isso que os anões resolveram começar a exportar sua cerveja para as terras de cima (com todo cuidado e segurança para não ser revelada a entrada do reino, nada que algumas magias de teleporte não resolvam). Seria esse o começo de novas leis e tradições no reino de Dharmax? Bom na opinião do líder desse grupo não. Esta apenas aumentando o lucro do reino sem trazer visitantes e oferecendo a boa e velha cerveja de casa aos anões que saíram de Dharmax e estão tentando vida na superfície. 

Mineiros: 
È a grande maioria do reino, passam o dia nas minas e de onde tiram o sustento de sua família. Algumas minas ficam muito perto dos vulcões, causando algum acidente. Outras desmoronam. Então foi criado um registro dos mineiros, seguros, etc... Foi formado um verdadeiro sindicato do trabalho para os mineradores.

Punho de ferro:
È a organização secreta que luta contra a invasão orc e faz missões secretas pro rei. Sua existência é mantida em segredo pelo rei que sempre tem muitas missões para eles. O líder e braço direito do rei, Yumir é um dos anões mais fortes do reino. Sua honra e lealdade para com o rei são únicas. 

A guerra: 
Antes dos humanos andarem pela superfície começou uma guerra em Aston por território nas colinas. Orcs e anões iniciaram uma guerra que dura até hoje. Só que essa guerra agora acontece embaixo dos olhos humanos, nos subterrâneos.

Personagens:
PIRO, A SALAMANDRA Habitante dos maiores vulcões, esta imensa Salamandra parece se divertir ao nadar no magma, seu corpo comprido é feito de rocha e magma, sua boca está sempre repleta de magma fervente, as patas possuem garras flamejantes. A criatura nada pelo interior do vulcão contentemente, sai apenas para se alimentar, ela adora carne de anões. Piro é capaz de sentir qualquer coisa que toque o chão. A criatura faz três ataques por rodada: duas garras e uma mordida, se acertar as duas garras prenderá o inimigo e não precisara testar o próximo ataque (automático), o alvo ficará preso (F x F). O primeiro inimigo que atacar usando frio ou gelo será alvo de todos os                        ataques até morrer. 
                                           F6, H4, R6, A6, Pdf10... At6, Df4
*1º Ataque F+1d, mordida F+2d ignora armadura, o alvo perde 2pv p/rodada. Qualquer ataque corpo a corpo sofre 1d6 de fogo direto nos pvs. Imune ao fogo, vulnerável a gelo.

Havock: 
F: 5                 Arma mágica
H: 4               Ataque Especial 
R: 5                Riqueza
A: 5
PDF: 2           Devoção , Código dos heróis, Código do honestidade 









Dragotauro: 
F: 3                   Tiro múltiplo 
H: 3 
R: 4 
A: 4                  Inimigo: Todos dragões 
PDF: 3






Blain:
F: 5                               Kit: Ferreiro 
H: 5 
R: 2                              Compulsivo: Limpar suas armas 
A: 2                              Código dos heróis 
PDF: 0










Lorenci: 
F: 2                       Kit: Ferreiro 
H: 2
R: 1 
A: 2 
PDF: 1 







Anão Ninja: 
F: 3                               Ninja
H: 4                            Invisibilidade 
R: 4                             Crime 
A: 3 
PDF: 3                      Insano fantasia.

Yumir: 
F: 4                            Arma mágica 
H: 3                          Ataque especial 
R: 3                           Patrono 
A: 4                           Invisibilidade
PDF: 5                      Código dos heróis, Código do honestidade 



Aventureiros: Um lugar que recebe pouquíssimas visitas, escondido dos humanos e outras raças da superfície. Por ser um caminho perigoso é altamente recomendável um anão guia (Mas é necessário saber onde fica a porta, algo que os anões não costumam revelar nem sobre tortura e muito menos guiar alguém pelo caminho) Mais a qualidade das armas, jóias e cerveja sempre chamam a atenção de aventureiros em busca de alguém que saiba o caminho.

Personagens nativos: 
Guardar e proteger o segredo da localização do reino 
Dinheiro inicial x3 (jóias) 
Arma mágica especial simples

Beyond – O reino do gelo 2.0 - Por Balmung

By : Andre Rock


Beyond – O reino do gelo 2.0 - Por Balmung


Beyond – O reino do gelo. 
O lugar mais gelado de Aston, capaz de matar em poucas horas algum viajante despreparado sem as roupas adequadas para enfrentar o frio. Em dias de tempestade, quem se arriscar sair de casa, de perto do fogo corre serio risco de não conseguir voltar. A mais simples tempestade não deixa ninguém ver a mais de um palmo a frente do nariz, fazendo muitos que se arriscam se perderem no caminho.

Um lugar a pouco conhecido em Aston. Mais que com a construção do porto tem recebido mais visitantes do que o de costume. Recebe a visita de aventureiros, viajantes e negociantes atrás do artesanato local.
Regido pela rainha Isa é um reino muito hospitaleiro e sempre disposto a ajudar os aventureiros em dificuldades. Certa vez um aventureiro por causa de uma lenda, se aventurou na floresta congelada em uma das noites mais tempestuosas já vista naquelas terras. Ele foi encontrado quase morto alguns dias depois por moradores de uma aldeia que juram que ele só não foi morto pela bondade de algum deus que resolveu poupar sua vida. Desde esse ocorrido ele mudou pro reino e dedica a salvar a vida daqueles que se perdem nas terras geladas como forma de agradecimento aos deuses por pouparem sua vida. Nicolas Icephoenix como ficou conhecido já salvou muitas vidas e se tornou muito querido pelos habitantes do reino.

A lenda das tempestades:
Uma lenda é contada pelos mais antigos moradores do reino. Não se sabe onde ela teve origem ou porque, mais ela sempre acaba atraindo algum aventureiro em busca de desafios que passa por essas terras ou alguma pessoa desesperada que em busca de algo maior.
Dizem que as grandes tempestades não têm origem normal, mais que é um ritual feito pelas fadas do gelo. Quanto mais forte a tempestade, mais chance de das fadas estarem fazendo seu ritual místico. A lenda também diz que quem for capaz de vencer a tempestade e capturar a rainha das fadas do gelo tem um direito a desejo em troca de sua liberdade. Isso acaba atraindo alguns aventureiros desesperados que perderam tudo e dependem de um desejo para recuperar algo ou alguém.


 Clima
O clima é um frio intenso, algumas áreas do reino são impossíveis  que os humanos sobrevivam  devido ao frio, mesmo com roupas adequadas.

População:
Um reino pequeno, com poucas aldeias de humanos e raças que suportem bem o frio.
Dragões Brancos, ursos, morcegos de gelo, etc.
A maioria das raças de mostro que suportam ou dependem do frio podem ser encontradas nesse território junto com os humanos.

Regente:
A rainha Isa (Kemono: Orelhas, cauda e patas de raposa) esta no controle do reino a pouco tempo. Mesmo não sendo filha legitima do rei, assumiu o trono depois que ele morreu numa tempestade que quase devastou o reino. Ela ajudou com tanto empenho a reerguer o reino que a maioria da população aceitou bem ela como rainha.

Cidades em destaque:
A nova Capital:
Depois da grande tempestade que devastou a antiga capital, uma nova começou a ser erguida pela nova rainha Isa. A cidade ainda é menor que outras aldeias, mais vêm crescendo em ritimo acelerado a comando da rainha. A rainha mora em uma casa um pouco maior que as demais, mais ainda sim está longe dos grandes  luxos dos castelos  de outros reinos. Com poucas tavernas e estalagens é um lugar hospitaleiro e tranqüilo que tira maior parte de seu sustento do artesanato.
 Perto da cidade tem uma caverna com grande estoque de madeira e alimentos, sempre vigiados em caso de outra grande tempestade, para que os moradores possam se abrigar.

A rainha Isa fez um bom plano de escape para os moradores em caso de grandes tempestades. Mais ainda a preocupação com invasores, animais e monstros. Por isso a ainda uma boa quantidade guardas na cidade. A caça é liberada no reino, pois é de onde a maioria das roupas e alimentos do reino. A um evento no reino, nos dias de lua cheia escutam se uivos amedrontadores, uivos de gelar a alma! Dizem que é quando aparece o lobisomem branco. Nessa semana a muitos relatos de mortos e desaparecidos. E grandes grupos de caças são formados nesses dias. Mais até hoje ninguém obteve sucesso em capturar ou matar a fera. A uma recompensa especial para quem acabar com a fera. Nos dias de lua cheia, a rainha Isa é trancada sozinha no abrigo e só sai dela quando a lua cheia acaba. A grande dificuldade dos moradores é que é quase impossível ver  a lua cheia por causa do tempo e tempestades, mas mesmo sem aparecer ela consegue influenciar o lupino, não se sabe como. A chegada da lua cheia ou e descoberta pelo calendário próprio do reino ou pelos uivos da fera.



Cidade Congelada:
Essa é a antiga capital do reino, atingida por uma grande tempestade, teve muitas perdas e devastações. Só que algo estranho aconteceu desta vez. Depois que a tempestade acabou, a cidade permaneceu congelada, como se tive-se parado no tempo. Dentro de algumas casas, ruas e ate no castelo é possível ver ainda alguns corpos congelados, como se estivem vivos, apenas esperando que alguém os liberta-se se uma maldição. O gelo não derrete, não pode ser quebrado ou removido. Algo mágico e desconhecido se juntou a tempestade causando esse efeito bizarro.
A rainha proibiu a entrada na cidade congelada para evitar algum risco. A única do reino que tem entrada liberada é a Maga exploradora Alice Camp, que se ofereceu para tentar desvendar o mistério da cidade e se é possível a descongelar. Alice levando em conta que é um reino calmo e sem inimigos, a morte da família real não traria lucro a ninguém. Suas investigações tentam entender como um fenômeno normal conseguiu poderes mágicos e se sustenta  até hoje. E se corre risco dele acontecer de novo em outra parte do reino.
No centro da cidade existe congelado, com um brilho mágico, uma lança fincada no chão. Qualquer pessoa com uma sensibilidade a mais que as pessoas normais ou possuidoras de magia podem sentir o poder que a lança emite. Talvez seja ela que ainda mantém a cidade congelada, mais ninguém ainda conseguiu tirar o mover ela.  Para quem olhar ela com atenção pode ver um símbolo real nela.


A floresta das fadas:
Uma floresta densa, coberta de neve, com neblina de gelar a espinha. Seu silencio é perturbador, quebrado apenas pelos uivos dos lobos. Tempestades aqui ocorrem com mais freqüência do que em outros lugares do reino. Um lugar que chama atenção dos aventureiros por causa de uma lenda. Um lugar de grandes desafios e dificuldades que se não fosse por Nicolas Icephoenix poderia também ser considerado um cemitério por causa de muitos que caíram ali e só retornaram pela ajuda dele.
No centro da floresta, fica o lar das fadas do gelo. Pequenas criaturas mágicas com poderes de criar tempestades terríveis. Criaturas que nem ligam para existência de outras espécies ao redor, que sempre fazem suas danças e rituais sem se importar com nada. A rainha das fadas do gelo aparece uma vez por mês para fazer um ritual antigo, desde muitos séculos que garante a sobrevivência das fadas.
Essas criaturas parecem não ter capacidade de falar com humanos ou nunca demonstraram isso.


A montanha Mística
A grande montanha de gelo , seu topo desaparece aos olhos por causa da neblina que o cobre. Um grande desafio aos aventureiros mais experientes. Pontos traiçoeiros, avalanches, monstros, frio e fome nada desses desafios parecem ser mais perturbador que a historia contada pelo escalador Thomas B. que disse ter conseguido chegar ao topo da montanha. Ele conta que depois de uma semana escalando a montanha ele conseguiu chegar ao topo. Uma gigantesca caverna ficava escondida por trás da neblina. Uma caverna com algumas palavras de algum idioma perdido escritas na entrada. Mais que a caverna e lar de um poderoso Titan do gelo que guardava algo. Ele com muito custo conseguiu fugir do Titan, mais sem êxito em saber o que é guardado na caverna. Muitos dizem que essa historia é mentira, delírio dele por causa do frio ou apenas uma historia para chamar a atenção a sua loja de material de escalada. Mais ele esta disposto a guiar um grupo de corajosos aventureiros nessa escalada perigosa que estejam a fim de contratar-lo como guia e de dividir o premio da caverna. 


O labirinto:
A um pequeno labirinto escondido no reino, um lugar desafiador e pouco conhecido no reino. Mais apesar de pequeno suas paredes congeladas, algumas muito espessas que impede olhar do outro lado, algumas muito finas e transparente que impedem a passagem e atrapalham muito os aventureiros e ate as que refletem com perfeição sua imagem, as vezes até sua verdadeira natureza. Algumas podem ate refletir o que a de “ruim” no aventureiro. Ou seja, apesar de pequeno pode ser quase impossível achar a saída. E também é necessário ter coragem para poder enfrentar sua verdadeira natureza em um lugar em que ela não pode ser escondida.
Mais o premio pode fazer todos esses desafios valerem a pena ou não.........

O porto da cidade:
Na entrada do reino, antes de quase todos os rios congelarem há um pequeno porto. Apesar do pouco movimento e das águas bem frias ele vem atraindo muitos barcos pesqueiros pela grande quantidade de peixes e águas cristalinas. Outro detalhe é os ventos do reino, por causa das tempestades e mudanças climáticas os ventos são muitos fortes ajudando muito na navegação. O reino esta se tornando um lugar para os navios pararem e reabasteceram para chegar a Ontaria, já que o reino fica entre Ontaria e Amarillys.

O pequeno Vilarejo:
Perto do porto vem surgiu um novo vilarejo. Esse vilarejo logo se tornará uma cidade por causa do rápido crescimento que vem sofrendo. Voltado mais para o comercio, diversão e hospedagem. Há algumas pensões, tavernas e clube de jogos. Tudo bem pequeno e modesto, no começo ainda. Mais a taverna da sereia sempre tem grande movimento. Ali sempre tem capitães em busca de tripulantes, pessoas buscando trabalhadores para ajudar na construção do vilarejo e muito outros serviços. Sem contar as lindas dançarinas da taverna!

A cidade submersa:
Um grande rio congelado corta as terras do reino, mais no encontro desse rio com o mar, nos limites do reino, bem no fundo, onde ninguém ainda teve coragem de enfrentar as águas frias para chegar esconde uma cidade, sobre o comando de um “rei” muito cruel!
Um tubarão metamorfo que comanda com crueldade o fundo mar. Mais recentemente o grande movimento sobe seu reino tem despertado sua fúria. A pesca e a poluição em seu território vêm causando grandes danos e problemas. Ele já esta preparando um plano de ataque as navios para recuperar o domínio de suas águas.  Impaciente e sem vontade de fazer acordos ou tratados está disposto a começar uma guerra sangrenta sem pensar duas vezes. A paz no reino de Beyond está com os dias contados.



Guildas e organizações:
O artesanato:
È formado 95% pelas anciãs do reino. Trabalham mais com a fabricação de roupas com peles de animais. Mais também com bordados, esculturas de madeiras e outros para ajudar trazer renda para o reino. Com o aumento de navios chegando ao reino a demanda de roupas tem aumentado muito, o que influencia o CLUBE DE CAÇA. Novos acordos estão sendo firmados.

O clube de caça:
È formado pelos mais velhos do reino e sobreviventes da grande tempestade. O líder é também o general do reino.
Campeonatos e jogos são sempre realizados pelo grupo. Para se tornar um membro vip é necessário caçar e matar um dragão branco. A carne é pele dos animais caçados no reino são negociados na cidade. Os melhores caçadores são sempre convidados da rainha a se tornarem guardas especiais reais.
Atualmente quem conseguir caçar o lobisomem se tornara o líder do grupo.

A nova ordem:
È um pequeno grupo de sobreviventes da grande tempestade que culpam a descendência da rainha Isa como culpados pelo o desastre que ocorreu na cidade por causa da tempestade.
Eles secretamente tentam acabar com a vida dela e mudar o controle do reino. Eles acham que se continuar aumentando a quantidade da caça e abrindo espaço para novos visitantes o reino será consumido por estrangeiros. Fazem parte do grupo atualmente 13 pessoas. Eles sempre andam com o símbolo a mostra discretamente. Recentemente descobriram que pode ter sido uma magia que destruiu a antiga cidade. Uma magia de aprisionamento foi quase sacrificada uma cidade inteira para prender ou tentar pelo menos alguma criatura. No momento sua atenção esta voltada para esse acontecimento, dando um pouco mais de tempo de vida a rainha.

Os piratas:
Falando em aumento de barcos e transporte de mercadoria logo surgem piratas. Em lugar com muitos ventos, facilitando a fuga e a pouca segurança do local devido a falta de experiência e apouco tempo de necessidade, os mares estão se infestando de piratas.
Piratas de todos tipos e lugares vêem tomando contas das águas de Beyond.


                                                                                                                  

Personagens:
Rainha das fadas
F: 0  H: 3   R:2    A:1    PDF: 2  Focus: Luz :6  Água: 6   Magia: desejo
Fada
Levitação
Invisibilidade

Modelo especial
Dependência: Ritual







Nicolas icephoenix
F: 3  H:3    R:5    A:2    PDF: 4       
Esportes
Medicina
Boa fama
Sentidos Especiais
Imortal

Código do Herói
Honestidade
Devoção: ajudar as pessoas




Rainha Isa
F: 4  H: 5   R:4    A:4    PDF:6        
Riqueza
Kemono
Boa Fama
Sentidos especiais
Ataque especial ( área , preciso  )
Devoção: Cuidar do reino
Vulnerabilidade: fogo
Maldição




Alice Camp
F: 1  H: 4   R: 2   A:1    PDF:  1      
Investigação
Genialidade
Memória Expandida

Insano: Distraído








Thomas B.
F: 3  H:3    R:2    A: 1   PDF:2        
Esportes
Manipulação
Crime
Pv Extra (2)
Ataque especial
Ataque múltiplo




Titan do gelo
F: 5  H:6    R:5    A:4    PDF:6
Invulnerabilidade: Gelo/Frio
Tiro múltiplo
Tiro Carregavel
Regeneração

Vulnerabilidade: Fogo/calor




ROKEA, O TUBARÃO,"Rei" da cidade submersa:
Rokea é um ser metamorfo pode assumir uma forma hibrida meio humanóide meio tubarão ou uma forma de tubarão de 15m. Rokea domina o fundo do mar, tudo que não seja tubarão é caçado e devorado. Na forma hibrida Rokea tem pernas com pés membranosos e dois braços com barbatanas, tem cabeça de tubarão e barbatana nas costas. A pele e revestida por escamas cortantes (causa A+1d6). Na forma tubarão parece um tubarão normal excerto pelo tamanho. Rokea é inteligente porém se irrita muito facilmente.
F8, H9, R7, A8, Pdf0... At6, Df6
F12, H5, R13, A8, Pdf0... At6, Df0
*Mordida F+2d, arranca pedaço (1pv p/rodada), aceleração, arena, fúria, forma alternativa, cód. Caçador e barbatanas (hibrido F+1d)


Personagens nativos:
Tipo de dano gelo (não mágico)
Armadura extra Frio/gelo
Resistência +1

EXTRA:
Kemono (1 ponto)
Também conhecidos como juujin ou kemonobito, os kemono são animais antropomórficos.
— ou seja, com características humanas. São bichos de várias espécies (a maioria,
mamíferos) que andam, falam e agem como humanos.
Muitas vezes são confundidos com licantropos (veja adiante) e outros monstros. Mas o
kemono típico, exceto pela aparência, é absolutamente humano: fala línguas normais, veste
roupas normais, come comida normal, e vive em casas normais. Muitos, inclusive, ficarão
ofendidos caso sejam tratados como animais. Seu comportamento é tão civilizado que confunde
as diferenças entre animais e humanos.
Alguns kemono demonstram traços de personalidade ligados à sua aparência animal:
coelhos são cautelosos, raposas são traiçoeiras, gatos são independentes, cães são leais, e
assim por diante.
Uma variedade especial de kemono são os nekomimi, pessoas com orelhas, cauda e às
vezes (mas nem sempre) patas de animais. O animal mais comum é o gato, mas também
existem nekomimi de grandes felinos (panteras, onças, tigres...), coelhos, raposas, cães, lobos,
porcos e outros mamíferos.
• Habilidade +1. “Mais humanos que os humanos”, kemono são inteligentes e hábeis.
• Sentidos Especiais. Kemono podem escolher dois entre os seguintes: Audição Aguçada,
Visão Aguçada e Faro. Eles raramente são apanhados de surpresa.

- Copyright © Mundo Aston - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -