Melhores Postagens

Archive for Junho 2013

Indicação da Semana

By : Ennya


TRIGUN

 

                   Salve Astorianos

Hoje vou falar de um anime que foi uma verdadeira surpresa mim, surpresa agradável claro.

Trigun foi originalmente baseado em um mangá do mesmo nome publicado em 1995, que ganhou sua adaptação na forma de anime em 1998.


O anime conta a historia de Vash the Stamped, um famoso pistoleiro que leva destruição por onde passa, conhecido por ter “tirado do mapa” uma cidade chamada Julho, e por conta disso é caçado por agencias e caçadores de recompensa, todos com a intenção de ganhar o premio pela sua cabeça, a bagatela de 60 milhões (será que ele é bilhete premiado da mega-sena ambulante?), porem ninguém tem a menor ideia de como é sua aparecia, tudo o que existe são rumores.

Na verdade Vash the Stamped é bem diferente do que se imagina, é um rapaz calmo, de sorriso fácil e às vezes é bem desajeitado, que preza a paz... mas será? Vash carrega um grande segredo que é ao mesmo tempo sua maldição. Ele e seu irmão são os únicos sobreviventes de uma raça em extinção, que possui um grande poder, mais ao contrario do seu irmão Million Knives, Vash não deseja a destruição e quer passar sua vida se redimindo dos pecados que cometeu.


O anime é fantástico, com um cenário meio desértico e meio pós-apocalíptico, com ótimas cenas de ação com direito a duelos na rua (ao melhor estilo faroeste), e conta com a presença ilustre de Nicolas D. Wolfwood, um ex padre que tem uma ideia bem “pessoal” sobre punição divina... é fantástico.
Trigun é um exemplo clássico que existe muita coisa boa que surgiu nos 80 e 90. Mesmo com seus 26 episódios apenas, tem uma historia boa e bem contada, cheia de surpresas e emoções. 

         Para os que quiserem dar uma espiadinha, segue link para os episódios, boa diversão ^^






By Elanor

Só para Curtir

By : Ennya

Salve Astorianos

Primeiramente gostaria de pedir desculpas pelo meu sumiço, o trabalho ultimamente vem me consumindo (ai que exaustão) mais acredito que essa semana se normalize as coisas.
Bom, acho que vocês já devem ter suspeitado que eu sou uma aficionada em jogos eletrônicos (felizmente não sou a única) e para os gamers como eu, semana passada foi muito especial.
Aconteceu a Electronic Entertainment Expo popularmente conhecido como E3, uma feira anual que acontece em Los Angeles, onde os fabricantes e empresas de softwares voltados para o entretenimento mostram seus projetos futuros e seus próximos lançamentos.
As empresas este ano tiveram muito que mostrar, “as 3 grandes” empresas de consoles estiveram presentes como sempre (Sony, Microsoft e Nintendo), porem a Nintendo  não apresentou sua conferencia, sua presença foi limitada a stands com jogos para seu mais atual console o Wii U.


A Microsoft anunciou varias coisas interessantes, o lançamento do novo Xbox One em Novembro com o valor de US$ 499,00 (imagine o valor que chegará aqui) sem contar que foram anunciados alguns jogos como: 

Halo

Battlefield 4

Project Spark

O surpreendente Metal Gear Solid V: The Phantom Pain do mestre Hideo Kojima

Forza Motorsport 5

E o que mais me chamou atenção foi à volta de uma franquia perdida no tempo e no espaço chamada Killer Instinct



A Sony lançou seu novo Playstation 4 também para o final do ano de 2013 com o valor de US$ 399,00. Sua conferencia foi uma das maiores da feira e teve muito para mostrar como:

O tão aguardado Final Fantasy XV

INFAMOUS Second Son

O surpreendente Watch Dogs

Destiny

Killzone: Shadow Fall

Uma surpresa inesperada Mad Max Reveal

O não menos popular e a total surpresa da conferencia Kingdom Hearts 3


Infelizmente não tenho como mostrar tudo o que aconteceu e tantas coisas que foram mostradas, mais o importante é que nos fãs fervorosos de uma boa aventura não ficaremos desamparados, não importa o console que escolher, o que importa é a diversão. Vida longa aos games. 



  

By Elanor

Ruinas de Chatenford - Cap. I

By : Unknown

Slide2

Olá Galera de Aston!

Estamos na segunda temporada e como prometido, novas aventuras estão em foco. E por falar em aventura,  a deste sábado passado foi bem curtinha. Acabou a luz na casa da Elanor, o resto do pessoal tinha outros compromissos e a sala acabou fechando cedo. Mas não se preocupem, pois a sala esta mais irada do que nunca. Depois da entrada de um Paladino e um troglodita jogador em Aston, agora temos o Ditriam com seu mago cheio de mistérios. Preciso que vocês me enviem a ficha de vocês para que eu faça os card games. Postem nos comentários deste post.

As ruinas de Chatenford guarda muitos segredos, tesouros perdidos, uma história sombria de derrota dos elfos durante a guerra da noite eterna e muitos perigos. Já nesse primeiro episódio nosso heróis viram uma mulher cavalgando um grande dragão e ao adentrarem as ruinas, percebem que não é só as corujas que habitam o lugar. Os sombrios elfos negros estão presentes  acreditem se quiserem! Saibam apouco mais sobre os elfos negros de Aston!

Kit - Elfo Negro (2 pontos)  - A raça perdida dos guerreiros das sombras!

Os elfos negros são uma versão subterrânea, e geralmente maligna (embora isso nem sempre seja verdade), dos elfos comuns. Eles existem em Aston como raça nativa, porém pouco se sabe de sua existência. Há uma história muito rica a ser desvendada sobre esta raça, seu modo de viver, seus clãs e suas guerras entre famílias (ops falei de mais rsrs), que ao longo das aventuras vão se revelando na segunda temporada. A aventura que leva a primeira parte do pergaminho perdido e revela o mapa da profecia levar o jogadores a conhecer essa curiosa raça.”

Quem são eles?

Estes elfos têm pele negra, cabelos brancos e certa afinidade com aranhas e venenos. Suspeita-se que estas criaturas tenham grandes impérios secretos, mas esta hipótese ainda não foi totalmente confirmada. De qualquer forma, alguns deles decidem abandonar os hábitos nefastos de sua raça e viajar pelo mundo como aventureiros, enquanto os demais se tornam tipicamente vilões.

(Manual 3det turbinado-Marcelo Casssaro)
• Habilidade +1. Elfos negros são mais ágeis e inteligentes que os humanos.
• Infravisão. Como criaturas das trevas, habitantes de impérios subterrâneos,
elfos negros enxergam perfeitamente no escuro.
• Resistência à Magia. Elfos negros têm extrema resistência a poderes mágicos.
• Magia. Elfos negros recebem Magia Branca ou Negra (à sua escolha) sem
pagar pontos.
• Ponto Fraco. À luz do dia, elfos negros sofrem penalidade temporária
de –1 em todas as características e precisam gastar duas vezes mais PMs
para lançar magias.

 

Benélia – A domadora de kravalon!

Benélia  A domadora de KravalonF1, H3, R2 , A2, Pdf2
VANTAGENS: Tiro múltiplo (1pt), Ligação Natural (1p - dragão Kravalon), Sentidos Especiais (infravisão), Resistência magia R+2, Focus+1 luz e trevas, H+1 (máximo H5), Focus trevas1
DESVANTAGEM: Redutor -1 em teste de resistência, Ponto fraco (Redutor de -1 em todas as características e focus na luz do dia), vulerabilidade: Luz

Dentre os sombrios guerreiros do clã Black Lotus, a que mais se destacou foi Benélia. Tida como a mais tímida das guerreiras, ela foi duramente desacreditada a tal ponto de ser deixada para morrer por seus compatriotas em uma disputa pela lótus negra que evidencia se um membro do clã pode ou não ser um guerreiro. Dentro dessa caverna ela se depara com um perigo surreal. O covil do poderoso e cruel dragão negro Kravalon. Sentindo o cheiro fétido de seu hálito e o despertar da criatura, Benélia amaldiçoa seus colegas por a lançarem para a morte certa. Mas não foi o que aconteceu.

Eis que uma ligação  natural entre a guerreira e o dragão nasce instantaneamente no primeiro olhar. Benélia desde então cavalga no dorso da terrível fera alada e depois de devorar seus seus algozes ela se apoderou da lótus negra recebendo atenção e carisma de seus líderes. Agora ela é a mais temida das guerreiras do clã, até mesmo entre os homens guerreiros, ninguém contesta sua bravura e poder. E como poderiam?

Kravalon Dragão Negro:

Habita as ruínas de Chatenford ao lado de Benélia - F4, H4, R4, A5, PdF6 (veneno). Focus 5 em Trevas e 3 em todos os outros Caminhos.

Invulnerável a ataques baseados em ácido, veneno ou trevas, naturais ou mágicos.

 

Dragões em Aston – O bixo vai pegar!

(Manual 3det turbinado-Marcelo Casssaro) Dragões são uma raça ancestral que dominava Arton no tempo dos dinossauros. Criados pelo deus Megalokk, eles são o ápice da evolução dos monstros — como espécie, são as feras mais poderosas e perfeitas jamais criadas. Sua supremacia sobre o mundo foi encerrada quando os demais deuses do Panteão também desejaram criar suas próprias raças. Hoje, assim como os demais monstros, os dragões de Arton estão restritos a regiões remotas e selvagens. Mas há lugares onde eles coexistem pacificamente com humanos e outras raças.

Existem muitas criaturas aparentadas, como as hidras, protodracos e wyverns, mas dragões verdadeiros têm certas características em comum. Andam sobre quatro patas (embora as garras dianteiras tenham certa habilidade manual), têm pescoço e cauda alongados, escamas e um par de asas. Muitos têm a cabeça coroada com chifres, mas eles são simples adornos — não servem para lutar. Todos os dragões possuem pelo menos uma "arma de sopro" (seu PdF). Podem disparar pela boca uma rajada de material cáustico, tóxico ou corrosivo, extremamente destrutivo. A natureza do sopro depende da espécie do dragão: fogo, gelo, ácido, relâmpago...

Embora não se trate de uma magia, o Poder de Fogo dos dragões é tão poderoso que também vai afetar criaturas ou alvos que sejam vulneráveis apenas a magia. Por outro lado, quaisquer formas de proteção ou resistência contra magia NÃO têm efeito sobre o sopro de um dragão. Embora seja baseado em PdF, não é possível usar Reflexão ou Deflexão contra o sopro.

Usando uma manobra de ataque múltiplo sem gastar PMs, um dragão também pode atingir vários alvos com urna mesma rajada (reduzindo sua H em -2 para cada alvo depois do primeiro, e com FA=HO + PdF+ld). Eles também podem gastar PMs para usar o Tiro Múltiplo (veja adiante). Dragões podem fazer até três ataques por turno: duas garras (FA=F+ld) e uma mordida (FA=F+H + ld). Dragões são extremamente inteligentes e sabem falar muitas línguas. Na verdade, especula-se que o Valkar idioma padrão do Reinado é derivado da língua draconiana. Todos os dragões possuem também habilidades mágicas naturais, sendo capazes de realizar grande quantidade de magias; eles conhecem praticamente todas as magias permitidas para seus Focus.

Dragões são orgulhosos: não aceitam seres humanos ou semi-humanos como semelhantes — na verdade, para eles são simples insetos. Isso, contudo, não quer dizer que um dragão vai subestimar um bando de aventureiros a ponto de permitir ser emboscado; com seus Sentidos Especiais, ele vai primeiro examinar e avaliar o grupo à , distância, antes de se revelar.

Somelight – O reino das Simbiontes- Por André Rock

By : Andre Rock

                    


                                  Somelight – O reino das Simbiontes.

Pelos padrões de reinos medievais Somelight é um reino grande. Tem uma cidade portuária que é faz parte das principais rotas para Beyond. Comercio não é muito o forte do reino, mais mesmo assim tem grande lucro exportando alimentos, remédios e outros para alguns pequenos vilarejos de Beyond.
Somelight è um reino pacifico e sem interesses em guerras ou outros territórios. Mais como segurança em caso de um ataque inimigo fez uma aliança secreta com reino de Amaryllis.
  Atualmente com ajuda de alguns elfos e alguns aventureiros tem descoberto plantas raras e únicas em seu território com grande pontecial para fabricação de remédios e venenos. Poções magicas que usam essas plantas como ingredientes têm seus efeitos mais que dobrados. O que vem atraindo e muito a atenção do rei Brenth.
Os vilarejos mais costeiros ultimamente tem sido alvo de algumas criaturas estranhas. O que veem causando grande problema ao reino. Criaturas que sempre viveram em paz na sua ilha agora estão cruzando o mar para atacar os vilarejos. Mais essas criaturas estão muito diferentes, com suas aparências modificadas. Estão mais monstruosas e com habilidades diferentes das de costume. Muitos aventureiros estão indo para essas cidades para ajudar as pessoas. Alguns interessados apenas nas recompensas oferecidas pelo rei e outros interessados nessas criaturas em busca de algum modo de conseguir mais poder com elas.

Clima e terreno:
Invernos mais rigorosos por causa dos ventos gélidos que vem do norte. Verões com climas agradáveis e outras estações com temperaturas normais. Terrenos mais variados possíveis, desde praias, montanhas, florestas, cavernas e muitos outros. Existem também muitas plantas e arvores que só crescem nesta parte de Aston.

População:
Varias raças. Muitos meios-elfos e até alguns elfos-do-mar. Mais a maioria ainda é composta por humanos normais. Há também uma grande variedade de monstros, animais e criaturas no reino.

Regente:
O rei Brenth, um humano, ao lado da rainha Amy, uma elfa, governam com honestidade e sabedoria o reino de Somelight.  O reino apesar de grande ainda esta em espação. O rei sempre incentiva pesquisas e missões de aventureiros as áreas mais remotas do reino em buscas de novidades. O rei tem investido bastante tempo e dinheiro na produção de remédios a partir de plantas que só conseguem sobreviver em suas terras.  

Locais em destaque:

Capital:
A capital do reino pode ser comparada á uma grande metrópole. Só que consegue ser muito mais tranquila. Apesar da grande população é uma cidade bonita e organizada. Como qualquer outra cidade é possível encontrar lojas, hospedarias, tavernas, etc. Mais o destaque mesmo fica para as lojas medicinais de grande qualidade. Remédios e vacinas podem ser encontrados para as mais diversas doenças e venenos.
Mais ainda não foi descoberta nenhuma vacina ou remédio que ajude na separação de um parasita de um hospedeiro para remoção de uma simbionte.
O castelo do rei está sempre bem vigiado com muitos guardas por causa do aumento significativo de ataques a algumas cidades mais afastadas do reino.  
Apesar de ser uma grande cidade, foi construída respeitando a natureza a medida do possível, preservando muitas arvores e plantas pela cidade, formando uma paisagem bonita e acolhedora.

 
Ilha das Simbiontes:
Uma ilha que fica no mar de Irir. Lar de muitos monstros, feras e aberrações. Uma ilha perigosa e sangrenta habitada por muitas criaturas violentas.
Um ótimo destino para quem está atrás de desafios, e matérias-primas para forja e construção de equipamentos. Devido a grande variedade de monstros encontrados no lugar, existe muita matéria-prima para se aproveitar, desde o coro das criaturas ate seus dentes e garras. Plantas que só são encontradas nessa ilha para fabricação de remédios e poções.
Muitos estudiosos concentram anos de pesquisas na ilha, há procura de novas raças de monstros e plantas desconhecidos. Em busca de uma explicação do porque de tantas raças diferentes viverem na ilha. Mais é difícil encontrar heróis corajosos que estejam desposto a se arriscarem a explorar a ilha e coletar mais matérias para pesquisa. Por isso grande valores são oferecidos por esses pesquisadores para quem se aventurar numa expedição pela ilha para coleta de materiais e informações.
Há boatos e canções de bardos que contam historias sobre alguns aventureiros que dizem ter visto criaturas lendárias na ilha, mais que sobreviveram e fugiram por pouco.
Um vulcão ativo interfere no clima da ilha, aumentando o calor. Florestas bem densas com grandes árvores. Litoral e praias de aguas limpas e habitadas por monstros aquáticos. Montanhas com varias cavernas e tuneis.
Existem muitas cavernas na ilha. Em algumas delas vivem as simbiontes.
A ilha é lar de um dragão vermelho com a simbionte Bioarmadura que ataca tudo com sua fúria devastadora. As vezes ele vai ate as cidades e vilarejos próximos causando muito desespero e destruição.

Manual 3D&T: Um simbionte não é exatamente um objeto, mas sim uma criatura viva. Ela se aloja no corpo de outra criatura e, em troca de alimento, concede algum tipo de proteção ou poder especial.
Em quase todos os casos, extrair um simbionte é quase impossível. Uma vez que ele esteja unido ao hospedeiro, qualquer tentativa de arranca-lo vai resultar na morte de ambos. Danos a um simbionte são extraídos diretamente dos Pontos de Vida do hospedeiro, e vice-versa. Construtos e Mortos-vivos nunca podem possuir simbiontes.
Bioarmadura: após penetrar no corpo do hospedeiro através de um dardo, esta criatura se aloja no cérebro e altera a bioquímica do corpo. A partir dali o hospedeiro recebe uma forma especial da Desvantagem Fúria: quando fica nervoso por qualquer razão, sua pele se transforma em uma fortíssima armadura orgânica (A+2) e sua força é ampliada por uma espécie de musculatura extra, formada pela transformação (F+2). A mutação torna o hospedeiro monstruoso e destrói qualquer vestimenta, exceto tangas rústicas. Com a armadura ativada, a respiração é feita pela pele: o hospedeiro não pode ser sufocado e nem intoxicado por gases venenosos, podendo também respirar debaixo d'água e em qualquer outro lugar onde exista oxigênio. Como o simbionte se alimenta de fluidos cerebrais, sua presença causa danos ao cérebro, provocando um redutor de 1 em qualquer teste envolvendo Perícias.

Braquiolampréia: um tipo macabro de enguia medindo um metro, este simbionte usa a boca redonda em forma de ventosa para se prender ao hospedeiro. A partir de então ela acrescenta 2 PVs ao total do hospedeiro e passa a funcionar como um Membro Extra (com todos os benefícios e problemas desta Vantagem). Escorpião da Tempestade: parecido com um grande escorpião, este simbionte se prende ao antebraço e permite disparar pelo punho cargas de energia explosiva (não mágica). O dano é escolhido pelo próprio hospedeiro, até um limite de PdF4. Contudo, cada disparo consome energias vitais do próprio hospedeiro, ao custo de 2 PVs para cada ponto de dano.

Psinídeo: esta grande aranha de aspecto bizarro tem um abdome que lembra um cérebro humano. Ela se agarra à cabeça do hospedeiro e enterra as garras profundamente no crânio, até atingir o cérebro. Uma vez conectada, ela amplia imensamente as capacidades mentais do hospedeiro: ele recebe Genialidade e Telepatia.

Pterodraco: também conhecido como asas de dragão, este bicho lembra uma grande concha com olhos telescópicos e asas membranosas. Ele se prende às costas do hospedeiro, se alimenta de sangue e, em troca, lhe dá poder de vôo (ou seja, Levitação). Ao contrário da maioria dos simbiontes, que simplesmente pula e agarra a primeira criatura compatível ao alcance, o pterodraco só realiza a simbiose através de um ritual entre o futuro hospedeiro e a criatura ou comunhão, como chamam alguns povos. Com o sucesso da comunhão, as duas criaturas passam a ser uma só. Qualquer dano ao pterodraco é extraído diretamente dos Pontos de Vida do hospedeiro, e vice-versa.

Visorg: esta criatura achatada lembra uma mão com dedos compridos e um grande olho no dorso. Ela se prende ao peito do hospedeiro, bem próxima do ombro, de modo que felizmente pode ser escondida com roupas comuns. Quando exposto (bastando abrir um pouco a camisa), o visorg concede ao usuário os Sentidos Especiais de Visão Aguçada, Visão de RaiosX, Infravisão e Ver o Invisível. O usuário pode, além disso, usar Detecção de Magia como uma habilidade natural.

A cidade dos cientistas medievais:
Essa é uma pequena cidade, talvez a menor do reino. Aonde com autorização do rei, vem estudando os monstros e criaturas estranhas na ilha das Simbiontes. Já foram catalogados sete tipos de simbiontes diferentes e seus poderes. Existem poucos exemplares destas criaturas  aprisionadas vivendo na cidade. Só é possível mantê-los vivos junto de seus hospedeiros. Quem comanda esse projeto é o cientista insano Red. Não se sabe ao certo se ele ficou louco antes de começar a trabalhar com as simbiontes ou depois. Mais é notável seu empenho e obsessão pelas simbiontes. As simbiontes são tudo para ele, que trabalha vinte e quatro horas por dia nelas. Ele sempre esta em seu laboratório trabalhando. Ele é pouco sociável, mais sempre aceita aventureiros disposta a ir até a ilha para ajudar nas pesquisas e capturar essas criaturas.   O que ninguém sabe é que ele esconde uma simbionte em seu corpo, que pouco a pouco esta dominando sua mente.

A cidade portuária:
Esse é o principal porto para chegar até Beyond. Apesar de poucos barcos partirem para aquela região (duas vezes por mês) ainda é a melhor opção para chegar até lá. Só que por cruzar uma rota muito usada por piratas é sempre um risco cada viagem até Beyond. Com o aumento de negociações entre os dois reinos o rei esta procurando um modo de resolver esse problema. Aventureiros são sempre contratados para fazer a segurança do barco nas viagens. Essa cidade também é lar da pirata Sammy. Uma jovem pirata de longos cabelos rosa que chama atenção por onde passa. Seu grande navio rosa é um detalhe a parte. Muito querida por todos costuma escoltar o barco da travessia para Beyond. Também é uma das poucas pessoas que conhece bem o mar daquela região  e consegue chegar com segurança até a ilha das simbiontes. Ela sabe melhor caminho para evitar os monstros marinhos e outros problemas. Só que ela possui uma personalidade excêntrica, o que pode incomodar um pouco a convivência com ela durante as viagens.  

Lucky, uma cidade que corre perigo:
Uma cidade que foi construída perto do mar e infelizmente é  próxima também a ilha das Simbiontes. È a cidade que mais sofre atualmente com o ataque das criaturas. Uma cidade que vive com seu povo assustado e sem saber como resolver isso. O rei já enviou muitos guardas para proteger a cidade. Muitos aventureiros, por motivos diferentes tentam proteger a cidade também. Mais só isso não esta resolvendo o problema, porque a intensidade do ataque das criaturas só vem aumentando com passar do tempo. A quantidade e diversidade de criaturas, cada vez mais estranhas só esta aumentando para aumento do desespero da cidade. Muitos estão deixando suas casas para trás e indo morar na capital.  Mais alguns ainda insistem em ficar. Um dragão vermelho monstruoso esta acabando devastando a cidade e ninguém ainda conseguiu impedi-lo. Seus ataques são cada vez mais constantes. A cidade está depositando suas esperanças em um herói que se alto intitula Aragor, o matador de monstros. Ele que esta tentando organizar a cidade e táticas tanto de defesa quanto de ataque para tentar salvar a cidade.

Personagens:
                                                  Dragão Vermelho com Bioarmadura:

Rei Brenth:

  Rainha Amy:


Cientista Red:
                                                                   


                                                          Sammy, a pirata de cabelos rosa:


                                                      Aragor, o matador de monstros
                                    




Personagens Nativos:
Recebem pericia Sobrevivência grátis.








Começa hoje a segunda temporada!

By : Unknown

 

avent02

Ola pessoal! O site da issuu.com estava em manutenção por isso o zine demorou pra sair. Mas está aqui em primeira mão o zine de introdução para personagens da sala Mundo Aston! Clique Aqui

Bem vindos a segunda  temporada de Mundo Aston!

A segunda temporada se intitula de “Secundo Temporum – O Legado da Redenção” e conta a história de mundo Aston sete anos após a grande guerra contra as forças da noite eterna.O Início do Fim

Nesse meio tempo, as terras civilizadas de Aston estão em grande parte reerguidas porém ainda guardam frescas as cicatrizes da luta contra os hordas de Tenebra e seus generais. Temendo um novo ataque dos deuses contra as terras de Aston, a civilização humana e élfica juntamente com outros povos, criaram grupos de heróis especiais com o objetivo de impedir qualquer evento que venha colocar os poderes divinos contra os povos Astorianos.

Slide9

Estes grupos trabalham em sua maioria de forma escondida sendo seu grupo e seus integrandes quase que desconhecidos por todos. Contudo, sua rede de influência se espalha por toda Aston buscando informações e aniquilando qualquer vestígio que venha colocar os povos em perigo. Nesse meio tempo, forças malignas outrora dissolvidas também se levatam e estão agora em busca de um novo poder que venha  a desiquilibrar a balança da paz e da justiça. Os grupos agora estão em busca de um pergaminho que contém o segredo de uma profecia cuja inscrição pediz o dia e o local exato do nascimento de uma criatura que tem o poder de rivalizar com os deuses. Os povos da aliança querem destruir estes vestígios para que ele nunca se cumpra. Grupos malignos querem encontrar a profecia e adquirir seu poder enqanto os deuses em sua investida procuram aniquilar a criatura que pode colocar sua supremacia  ao chão.

Slide6

Protetores de Aston estão correndo agora contra o tempo para adquirir o pergaminho, mas algo saiu errado. O destino uniu três personagens distintos separados por suas raças, vontades e sentimentos. Personagens que jamais se viram, agora tem suas vidas cruzadas em um nova e épica aventura. O secundo Temporum começa hoje!

 

- Copyright © Mundo Aston - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -